O peer-to-peer lending (P2P) teve origem no Reino Unido e depois, com a crise econômica de 2008, ganhou espaço na economia de outros países como, por exemplo, Estado unidos, hoje considerado o maior mercado de P2P do mundo.

A modalidade de investimento, considerada renda fixa, é simples de entender, em uma ponta está o empreendedor (tomador de crédito) e na outra ponta está o investidor, um solicita o crédito e o outro investe o dinheiro que tem no primeiro que solicitou o montante.

O P2P é um empréstimo coletivo, pessoas investem em pessoas, sem a intermediação de um banco tradicional, com taxas menos abusivas, parcelas mais flexíveis e rentabilidade mais alta.

Com isso, as vantagens são:

Alta rentabilidade: com rentabilidade a partir de 15% a.a, os valores investidos nas oportunidades da plataforma são mais vantajosas para o investidor, principalmente quando comparamos com os investimentos tradicionais, como a Poupança, o CDB e o Tesouro Direto;

Controle: há uma série de indicadores e informações para cada oportunidade de investimento na plataforma da IOUU, que possibilita mais controle sobre cada investimento realizado;

Diversificação: com a possibilidade de diversificação dos investimentos em várias oportunidades, o investidor pode aplicar seu dinheiro de forma variada, com valores distintos e riscos calculados, minimizando os riscos relativos ao seu dinheiro;

Repagamentos mensais: no modelo peer-to-peer os repagamentos dos valores emprestados são mensais, ou seja, conforme o tomador paga uma parcela do empréstimo, esta é dividida proporcionalmente entre cada investidor, e isto dá mais escolha ao investidor, que pode sacar os valores ou reinvestir em novas oportunidades;

Transparência: como todo o processo de investimento é online, a IOUU disponibiliza o maior número de informações possíveis da oportunidade, proporcionando uma escolha mais assertiva conforme o perfil do investidor. Essa transparência, inclusive, é um dos pilares e diferenciais da IOUU.
Esse artigo foi útil?
Cancelar
Obrigado!