O que é Taxa Interna de Retorno (TIR)?

Seguir

A Taxa Interna de Retorno é uma medida relativa – expressa em percentual – que demonstra, de modo resumido, o quanto rende um de investimento para que seja possível descobrir se o mesmo é viável ou não.

Ela possibilita que o investidor conheça o verdadeiro retorno de títulos que pagam cupom, ou seja, títulos que pagam algum tipo de resgate para o investidor ao longo do período de vigência do título.

A IOUU paga resgates mensais para o investidor, o que significa que - no momento do investimento - você tem um capital investido equivalente ao valor no dia 0 (zero), e a IOUU vai acurando juros (TIR) conforme foi combinado na remuneração.

Após o primeiro mês a IOUU vai fazer um resgate parcial do seu investimento, que vai contemplar a amortização e o juros. Depois do resgate, seu capital investido deixa de ser o montante inicial investido e o juros, passando a ser um valor menor - é crucial descontar o resgate realizado.

Com isso, seu capital investido diminui e esse comportamento continua nos meses subsequentes.

Outro modo de entender a TIR é ter o conceito de “valor do dinheiro no tempo” bem claro. Esse conceito surge da relação entre juros e tempo, porque o dinheiro pode ser remunerado a uma certa taxa de juros em um investimento por um certo período de tempo.

Assim, por exemplo, R$100 investidos a uma taxa de 10,0% a.a. (ao ano) durante um ano renderia um montante de R$110 ao final do ano, assim como os R$100 investidos a uma taxa de 21,3% a.a. durante 6 meses renderiam um montante de R$110 ao final do período.

Nesse exemplo podemos afirmar o seguinte:

  • A TIR de um investimento de um ano que aumenta o capital de R$100 para R$110 é 10,0% a.a;
  • A TIR de um investimento de 6 meses que aumenta o capital de R$100 para R$110 é 21,3% a.a.
Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0

Comentários